Dicas de como comprar vestuário no brechó




Dando seguimento aos artigos anteriores vou deixar algumas dicas de como escolher as roupas ideais para ficar na moda, sem gastar quase nada por isso. A maioria das pessoas tem o hábito de achar que brechó só vende roupas mofadas ou cafonas, mas com um bom olho clínico podem perceber que esta não é a realidade encontrada nos brechós modernos.

Perseverança: comprar em brechó exige paciência, perseverança e determinação, pois as grandes lojas possuem diversas roupas de diversos estilos, e para selecionar a que melhor agrada tem que ter muita garra;

Tempo: para buscar as roupas de melhor qualidade você vai precisar de tempo, pois em 10 minutos não se consegue encontrar as melhores roupas, principalmente aquelas que são similares às peças mais caras encontradas em lojas convencionais. O ideal é ir durante a semana com calma para procurar as roupas mais estilosas, pois a maioria dos brechós repõem seus estoques neste período;

Decisão: saiba exatamente o que procura, pois as variedades são muitas e por vezes as pessoas acabam comprando aquilo que não é necessário. O bom dos brechós é que há sempre uma variedade muito grande de camisetas, calças jeans, saias e sapatos;

Olho clínico: ao encontrar as peças do seu gosto, veja se não estão manchadas, rasgadas ou com defeitos que não tem como reparar. É sempre bom ver o tipo de tecido, a textura e a cor, principalmente se não estão desbotadas;

Bom gosto: para comprar no brechó é necessário ter bom gosto e não sair comprando tudo que vê, pois há nos cantos mais escondidos das lojas roupas que combinam com tudo e são bem requintadas. As roupas que ficam em geral expostas na frente dos cabideiros são inspiradas nas décadas de 1.970 para trás. Sempre vista as roupas e veja se elas ficam bem no corpo, pois não há algo mais desagradável do que comprar uma roupa, e depois quando for vesti-la  perceber que ficou ridículo ou não se ajustou ao corpo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário