Conheça a culinária exótica da Malásia


Edição Especial


Nessa edição especial vamos falar sobre a Malásia, a quinta posição no ranking de visualização do Blog Se Virando Sem Grana. A Malásia é um país localizado no sudeste do continente asiático fazendo fronteira ao norte com a Tailândia e o Brunei, a leste com os mares de Sulu e Celebes, ao sul com a Indonésia e a oeste com o estreito de Malaca.

A Malásia é um país com mais de 30,19 milhões de habitantes e a capital é Kuala Lumpur. A Malásia não é muito conhecida do ocidente, mas com certeza muitas pessoas já ouviram falar das comidas exóticas desse país que vamos conhecer a seguir, mas há também os pratos típicos da região que utilizam temperos fortes como sambal e curry.

Sambal é uma pasta de pimenta malagueta essencial na culinária do sudeste asiático, na Malásia possui duas versões, uma simples, onde as pimentas malaguetas são moídas com pasta de camarão e conservadas com sumo de limão, belacan ou belachan, e a outra é uma pasta feita de malaguetas com chalotas, alho, açafrão-indiano em pó e a parte branca da planta chá-principe. Esta vai ser nossa primeira receita, vamos aprender a preparar a pasta Sambal para preparar nossos próximos pratos exóticos da Malásia.

Sambal – Receita Original


Ingredientes:

08 cebolas roxas pequenas picadas

08 pimentões frescos cortados sem sementes

05 dentes de alho em fatias

01 haste de erva-limão finamente cortada

01 xícara (chá) de tamarindo

10 pimentões secos

02 colheres (chá) de açafrão

03 colheres (sopa) de açúcar

01 colher (chá) de sal

08 colheres (chá) de óleo

Preparo:

Misture as cebolas, os pimentões frescos, o alho, erva-limão, tamarindo e pimentões secos em uma pasta. Adicione 03 colheres (chá) de óleo para garantir uma mistura suave.

Adicione 05 colheres (chá) de óleo em uma panela. Uma vez que o óleo está quente, adicione a pasta e refogue até aromatizar.

Dica: Mantenha sempre a chama baixa. Deixe cozinhar por 15 minutos, mexendo constantemente a pasta.

Adicione a pasta de tamarindo, o sal e o açúcar. Deixe cozinhar no óleo até soltar do fundo da panela.

Você pode achar estranho o nome do próximo prato exótico que iremos ensinar, mas saiba que é uma pasta de peixe saborosa enrolada em folhas de banana.

Otak-Otak – Receita Original

Ingredientes:

02 folhas grandes de bananeira cortadas em retângulos embebidas em água quente

500g de filé de peixe

02 ovos

01 xícara (chá) de leite de coco

02 colheres (chá) de farinha de arroz

03 folhas de limão kaffir finamente fatiadas

01 colher (chá) de sal

01 colher (chá) de açúcar

Pasta de especiarias

10 chalotas descascadas

03 dentes de alho descascados

05 pimentões vermelhos frescos

04 pimentas chilis vermelhas secas

02 talos de erva-de-limão apenas a parte branca

03 cm gengibre descascado

02 cm de açafrão descascado

20 g de pasta de camarão seco

Preparo:

Misture os ingredientes da pasta de especiarias em um processador de alimentos até ficarem bem misturados.

Corte os filés de peixe em pedaços pequenos pedaços, misture com farinha de arroz, folhas de limão kaffir, sal e açúcar até ficar homogêneo.

Misture a pasta de peixe com a pasta de especiarias, adicione os ovos e o leite de coco e mexa bem. Espalhe uma colher de sopa da pasta misturada no meio das folhas de banana, dobre a folha sobre a pasta, coloque ambas as extremidades por baixo do pacote e segure com palitos de dente em ambas as extremidades. Repita até que toda a pasta seja usada.

Aquecer o wok (tipo de frigideira) acrescente água fervente e deixe as folhas de bananeira com a pasta de peixe cozinhar por 10 minutos. Retire da água, abra as folhas de bananeire e se delicie com este Otak-Otak ainda quente.

A Malásia é um país de sabores, mas há aqueles que não são tão bem vistos aos olhos dos ocidentais, que são as comidas exóticas, vamos conhecê-las.

Sopa Bull Penis


Você teria coragem de saborear esta sopa de pênis e testículos de touro? É isso mesmo que você acabou de ler, a sopa é indicada para melhorar a virilidade dos homens além de seu desempenho sexual, o único problema é arranjar alguém do ocidente corajoso para experimentar a sopa milagreira.

Rã no Espeto


Se você é daquelas pessoas que preferem comer uma carne branca com certeza terá coragem de saborear rã no espeto, se achar que é uma iguaria um tanto pequena é fácil encontrar pelas ruas de Kuala Lumpur sapos fritos também.

Cérebro de porco frito


Vai um cérebro de porco aí fresquinho em formato de almôndegas?

Bom Apetite!

Sabores Portugueses


Edição Especial


Portugal é um dos menores países da Europa, porém possui uma gastronomia rica em sabores com influências atlânticas e mediterrâneas. Peixe, batatas, pão, vinho, azeite e temperos são à base da culinária portuguesa, pratos como sopas, presuntos, enchidos, carnes, frutos secos e doces podem variar de uma região para outra no território português.

Há uma variedade de pratos típicos portugueses, porém vale à pena aprender a fazer alguns dos mais conhecidos, as receitas são originais, a saber:

Receitas Salgadas

Bacalhau a Gomes de Sá

(Criação original de José Luis Gomes de Sá Junior, dono de armazém no Muro dos Bacalhoeiros)


Ingredientes:

600g de bacalhau em lascas dessalgado

600g de batatas

04 dentes de alho

03 cebolas

04 ovos cozidos

02 xícaras (chá) de azeite de oliva

Azeitonas pretas a gosto

Salsa a gosto

Sal e pimenta-do-reino a gosto

Preparo:

Dessalgue o bacalhau em água fria durante 36h, mudando a água por 3 vezes. Em seguida, cozinhe o bacalhau em água fervente. Deixe amornar, retire a pele e as espinhas, e desfie em lascas.

Corte as cebolas em rodelas finas e pique o alho. Aqueça o azeite de oliva e doure ligeiramente o alho e a cebola. Junte o bacalhau e misture os ingredientes antes de retirar do fogo.

Frite as batatas em rodelas. Junte as batatas aos demais ingredientes e coloque em uma travessa. Leve ao forno pré-aquecido, a uma temperatura de 180 graus, por 10min.

Decore com salsa picada, rodelas de ovos cozidos e azeitonas pretas.

Caldo Verde


Ingredientes:

06 folhas de couve galega cortada bem fininha

600 g de batatas

02 dentes de alho

01 cebola média

01 chouriço (cozido à parte)

01 colher (sopa) de azeite

2,5 litros de água

Sal a gosto

Broa de milho

Preparo:

Cozinhe as batatas (de preferência com casca) com a cebola e os dentes de alho em 2,5 litros de água temperada com sal e metade da quantidade de azeite.

Quando tudo estiver bem cozido, esprema com um garfo as batatas, a cebola e os alhos. Não jogue fora a água do cozimento, acrescente as batatas, cebola e alho espremidos e deixe cozinhar por mais 10 a 15 minutos, depois junte a couve lavada e escorrida.

Tempere a sopa com sal a gosto e coloque o restante do azeite. Deixe cozinhar em panela tampada até a couve ficar cozida.

Adicione lingüiça portuguesa em rodelas em cada prato a ser servido e adicione uma porção de caldo verde. Corte fatias de broa e coma com o caldo verde.

Cozido à Portuguesa


Ingredientes:

200 g carne de vaca

200 g de carne de porco

300 g carne de galinha

01 morcela

150 g toucinho defumado

01 chouriço

400 g couve lombarda

01 alho-francês

04 batatas

02 nabos

04 cenouras

03 dentes alho

Preparo:

Lave bem as carnes e coloque-as numa panela de pressão e deixe cozinhar por 25 minutos. Depois de cozidas, reserve as carnes e o caldo.

Lave e corte em pedaços a couve e o alho-francês. Lave, descasque e corte ao meio as batatas, os nabos, as cenouras e os alhos, em seguida coloque-os numa panela.

Junte as carnes previamente cozidas e cubra até metade com água. A outra metade com o caldo do cozimento das carnes.

Cozinhe em panela tampada durante 15 minutos ou até os legumes ficarem cozidos. Retire as carnes e corte-as em pedaços.

Coloque as carnes e os legumes numa travessa larga e sirva com arroz branco.

Amêijoas à Bulhão Pato


Ingredientes:

01 kg de amêijoas (ou mexilhões)

02 dentes de alho picado

01 copo de vinho branco

01 limão

Sumo de 01 limão.

Raminhos de coentro

Sal a gosto

01 fio de azeite

Preparo:

Lavar os mexilhões para retirar os resíduos de areia.

Fritar o alho em azeite, numa frigideira alta. Junte os amêijoas (ou os mexilhões) e tampe a frigideira. Quando elas começarem a abrir, coloque o vinho e, por fim, adicione o sumo de limão e os coentros picados. Servir quente.

Folar de Chaves


Ingredientes:

01 kg de farinha de trigo

30 g de fermento fresco

100 ml de água morna

150 ml de azeite

50 g de banha de porco

30 g de margarina

06 ovos

01 pitada de sal

Presunto cortado em pequenos pedaços

Chouriço cortado em rodelas

Preparo:

Ponha os ovos em uma tigela e junte a água morna até ficarem cobertos.  Coloque o azeite e junte a banha e a margarina. Leve ao fogo brando até a margarina derreter. Retire do fogo e deixe amornar.

Coloque a farinha em cima da mesa e faça um buraco, junte o sal, o fermento previamente dissolvido em água e os ovos batidos. Misture bem.

Depois, junte a mistura do azeite e mexa bem, até a massa ficar tipo massa de pão. Coloque-a em uma tigela previamente polvilhada com farinha, cubra com um pano e deixe-a levedar, até triplicar o volume.

Coloque a massa de novo em cima da mesa polvilhada com farinha e molde duas bolas de massa. Deixe levedar (descansar) de novo durante 20 minutos. Depois, espalme cada bola até ficarem completamente espalmadas e redondas.

Espalhe por cima o recheio, enrole bem e ponha em tabuleiro. Deixe levedar mais 20 minutos. Ligue o forno a 200º e deixe pré-aquecer, leve ao forno durante 20 minutos. Retire, deixe arrefecer, sirva morno ou frio.



Outras receitas salgadas portuguesas para experimentar: Alheira caseira aprenda a fazer e SaladaPortuguesa.

Receitas Doces

Pastel de Belém (ou pastel de nata)


Quantidade 40 unidades.

Você vai precisar de 40 forminhas de alumínio untadas com manteiga, rolo de cozinha, bandeja grande para acomodar as forminhas e forno pré-aquecido.

Ingredientes:

Massa:

500 gramas de farinha de trigo.

300 ml de água gelada.

02 xícaras de (chá) de margarina especial para folheados

Canela em pó para polvilhar

Recheio:

½ xícara (chá) de margarina

½ litro de leite integral

02 xícaras (chá) de açúcar

04 colheres (sopa) de farinha de trigo

Cascas de limão

02 colheres (chá) de sal

05 gemas

01 pitada de sal

Preparo:

Massa:

Misture a farinha, água e sal com as mãos até formar uma massa maleável, que não grude nas mãos. O processo é demorado, portanto é preciso ter paciência. Quando a massa ficar incorporada, ficar a ponto de você poder fazer uma bola com ela leve a massa para uma superfície de alumínio ou mármore.

Faça uma incisão em forma de cruz numa bola, e puxe as pontas para fora. Coloque a margarina bem no meio e misture com a massa, deixando-a homogênea com um rolo, estenda a massa o máximo que puder e dobre mais três vezes, passando uma camada de margarina entre as dobras. Ponha para descansar por uns 15 minutos na geladeira e repita o mesmo processo anterior.

Dobre as duas pontas para o meio, e aplique a margarina entre as dobras, e novamente ao meio. Leve à geladeira por mais 10 minutos. Estenda a massa até ficar bem fina e espalhe a margarina por cima. Enrole a massa como um rocambole, corte em rodelas de uns dois centímetros e forre as forminhas previamente untadas, laterais e tudo. Deixe descansar na geladeira por mais 10 minutos.

Preparo:

Recheio:

Misture a farinha de trigo, com o açúcar, o sal e as gemas em outro recipiente. Leve ao fogo o leite e a margarina e quando começar a ferver adicione os outros ingredientes dissolvidos bem rápido e mexendo sempre para não empelotar. Coloque as cascas de limão para aromatizar, quando engrossar está pronto.

Tire a casca de limão. Quando a mistura esfriar, está na hora de rechear. Asse os pastéis até que fique bem douradinho. Desenforme. Polvilhe com canela e açúcar se desejar.

Pastel de Santa Clara


Ingredientes:

Massa:

02 ovos

½ colher (chá) de sal

04 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada

600 gramas de açúcar

02 xícaras (chá) de água

02 colheres (chá) de manteiga

02 colheres (sopa) de farinha de trigo

20 unidades de gema passada pela peneira

01 colher (chá) de essência de baunilha

Preparo:

Massa:

Numa tigela bata os ovos com sal. Junte a farinha de uma só vez. Misture com as mãos e amasse por 3 minutos batendo na superfície da bancada até que a massa fique elástica. Coloque em uma tigela, tampe com filme plástico e deixe descansar por 1 hora.

Divida a massa já descansada, em várias partes. Pegue uma parte e abra com o rolo, na espessura mais fina que puder, sobre um pano limpo, polvilhado com farinha e deixe descansar por 3 minutos.

Coloque as mãos por baixo da massa com cuidado, comece a esticá-la em todas as direções, até que fique bem fina e transparente, sem retirar a massa do pano.

Deixe a massa descansar sobre o pano até começar a secar. Para saber se esta no ponto de cortar passe a mão sobre a superfície da massa e ela deverá estar áspera e não grudar nas mãos.

Corte a massa em círculos. Pegue dois círculos e coloque um sobre o outro, dentro de forminhas caneladas, e em cada uma coloque o recheio. Pegue mais 02 círculos e cubra as formas recheadas. Aperte bem ao redor do recheio com o cabo de uma colher.

Coloque as forminhas numa assadeira e leve em forno pré-aquecido (250°C) por uns 15 minutos. Asse até que a massa fique crocante e ligeiramente dourada. Retire do forno, deixe esfriar e desenforme. Polvilhe com açúcar de confeiteiro. A massa que sobrar não pode ser reaproveitada.

Recheio:

Coloque as 02 xícaras (chá) de água e os 600g de açúcar um uma panela e misture bem até dissolver o açúcar, leve ao fogo sem mexer e deixe cozinhar até a calda ficar ligeiramente grossa. Retire do fogo e deixe esfriar.

Acrescente na calda depois de fria a manteiga, a farinha, as gemas e a baunilha. Cozinhe em fogo baixo até engrossar, e depois recheie a massa.

Ovos Moles de Aveiro


Ingredientes:

12 gemas de ovo

12 colheres (sopa) de açúcar

12 colheres (sopa) de água

Clara de ovo o necessário

04 folhas de hóstia com moldes

Preparo:

A ideia geral da receita é que para cada gema deve colocar-se uma colher (sopa) de açúcar e outra de água.

Colocar numa panela as gemas separadas das claras, o açúcar e a água e levar ao fogo, mexendo sempre com uma colher de pau. Quando o creme bem grosso, retire do fogo e deixe esfriar.

Travesseiro de Sintra


Ingredientes:

400 gramas de massa folhada congelada

100 ml de água

300 g de açúcar

150 g de amêndoa triturada sem pele

01 xícara (chá) de canela

04 gemas

Açúcar fino para polvilhar

Preparo:

Descongele a massa folhada. Misture a água e o açúcar até obter ponto de fio. Misture a amêndoa, a canela e as gemas com um garfo e junte ao preparado anterior. Leve ao fogo até engrossar e deixe esfriar.

Estenda a massa folhada em uma superfície polvilhada com farinha e corte-a em retângulos. Distribua o recheio e dobre a massa em três partes até obter a forma de travesseiros. Pressione as pontas e coloque os travesseiros em tabuleiros polvilhados com farinha.

Leve ao forno pré-aquecido a 200º C por 25 minutos. Retire do forno e polvilhe os travesseiros com açúcar fino.

Filhoses da Beira Baixa


Ingredientes:

1 kg farinha de trigo com fermento

100 g manteiga ou de margarina

02 colheres (sopa) de azeite

02 colheres (sopa) de aguardente

01 laranja

06 ovos

25 g fermento de padeiro

02 colheres (sopa) de açúcar

Azeite para fritar

Açúcar para polvilhar

Canela para polvilhar

Preparo:

Dissolva o fermento em um pouco de sal e água morna. Peneire a farinha em uma bacia, abra uma cova no meio e coloque o azeite aquecido com a manteiga.

Coloque todos os ingredientes e esfarele com as mãos, quando tudo estiver esfarelado, junte o fermento e os ovos, previamente passados por água quente (com a casca).

Pode juntar dois ovos de cada vez. Amasse muito bem juntando o sumo de laranja aquecido e a aguardente. As filhoses levam cerca de meia hora para amassar.

Polvilhe a massa com farinha, coloque um pano em cima da bacia e deixe levedar de 3 a 4 horas. Depois da massa levedada, coloque o azeite (abundante) em uma panela funda e leve ao fogo brando.

Molhe as pontas dos dedos num pouco de azeite, tira-se um pouco de massa esticando sobre um pano nos joelhos. As filhoses ficarão mais fina no centro e mais grossa nos bordos.

Depois de fritas no azeite bem quente, polvilhe as filhoses da Beira Baixa com açúcar e canela e servem-se com calda de açúcar.



Outra receita doce portuguesa típica a ser apreciada as rabanadas.

Aproveite as receitas e sinta-se em Portugal, onde quer que você esteja.

Bom Apetite!