Como fazer um planejamento financeiro


Marisa Fonseca Diniz



Todo mundo sabe que o brasileiro não é um expert quando o assunto é planejamento ou orçamento pessoal e familiar. Começo do ano é uma loucura, pois há diversas despesas a serem pagas e sem um bom planejamento qualquer pessoa pode se atrapalhar e não conseguir pagar as despesas que pesam no bolso e gerar várias dívidas no decorrer do ano. Neste artigo vou ensinar a importância de se fazer um bom planejamento financeiro e como guardar dinheiro no final do mês ganhando apenas um salário mínimo.

Com certeza todos já viram diversos vídeos na internet ou leram artigos dizendo como é fácil economizar dinheiro quando os ganhos mensais superam os 5 mil reais, mas dificilmente irão encontrar algum vídeo ou artigo dizendo como economizar ganhando um salário mínimo no Brasil, que diga-se de passagem é um valor irrisório, principalmente para quem vive nos grandes centros urbanos, onde o custo de vida é bem alto.


Primeiramente tenham em mente que o princípio da educação financeira é saber como “ganhar, gastar, poupar e investir” seu dinheiro para melhorar sua qualidade de vida. O planejamento financeiro deve ser baseado nos ganhos e gastos financeiros mensais de maneira disciplinada.



Vamos aprender a fazer detalhadamente um bom planejamento orçamentário baseado no ganho de um salário mínimo mensal por pessoa, portanto se uma família for composta por cinco pessoas, sendo que o pai e a mãe são os únicos que trabalham, a renda de ambos deverá ser somada.

Porém, neste exemplo abaixo contaremos apenas com a renda de uma única pessoa que ganha um s.m. mensalmente e que mora em um quarto alugado em uma pensão, algo bem simples de entender.

CUSTOS (DESPESAS)


Definir os principais custos fixos: custos fixos são aqueles que fazem do seu dia-a-dia, tais como água, luz, telefone, aluguel, alimentação, entre outros.

Definir os gastos esporádicos: são aqueles gastos esporádicos, tais como vestuário, lazer, medicamentos, etc.

Elabore uma planilha, conforme a figura abaixo, e adicione os seguintes dados:


GANHOS (RECEITAS)



As receitas são todos os ganhos financeiros obtidos no mês, tais como: salário, pensão, bolsa-família, entre outros.

Vamos ao exemplo:

Gastos/Despesas:

Despesas
Valor
Aluguel Moradia
300,00
Alimentação
200,00
Internet
50,00
Saúde
55,00
Transporte
140,00
Vestuário
65,00
Outras Despesas
90,00
Total
900,00

Receitas:

Salário Mensal = 1000,00 (neste caso, arredondamos o valor do s.m.)

Receitas – Despesas = 1000,00 – 900,00 = 100,00



Estes 100,00 podem ser guardados todo mês na caderneta de poupança, ou seja, este valor a ser poupado no final de 12 meses será de 1200,00 + o rendimento (em torno de 150,00). Poupe para poder investir ao longo prazo!

Que tal transformar roupas velhas em um biquíni novo?



Verão, férias, vontade, mas falta de grana para comprar aquele tão sonhado biquíni? Esqueça, customize o seu próprio biquíni e faça sucesso. Veja as nossas dicas de como fazer este milagre.

Sabe aquela camiseta velha, surrada que você deixa esquecida em um canto qualquer do guarda-roupa? E aquela causa legging que caiu de moda e nunca mais você usou? Você sabia que é possível transformá-los em um biquíni moderninho? Pois é, veja as fotos abaixo e faço o seu próprio biquíni ou maiô.




Como exterminar os pernilongos com um toque


O verão chegou e juntamente com ele vieram os temíveis pernilongos, exatamente aqueles bichinhos chatos que não deixam você em paz, e ainda de quebra te picam diversas vezes ao dia para sugarem seu sangue. Mas, como acabar com este desconforto todo? Simples, vamos ensinar alguns métodos simples e baratos para exterminar de vez este desconforto todo.

Repelente com cravo da Índia



Coloque em um frasco 10 g de cravo da índia e 500 ml de álcool de cereais mexa bem e deixe descansar por quatro dias mexendo sempre de 12 em 12 horas.

Depois deste período retire os cravos da índia e adicione 100 ml de óleo vegetal corporal. Coloque a solução em um recipiente spray e aplique na pele a cada 02 horas, agitando sempre antes de usar, e adeus pernilongos, muriçocas e zika. Ideal para adultos, crianças, idosos e mulheres grávidas.

Repelente óleo essencial para crianças e bebês


Coloque em um pote 01 colher de óleo de camomila ou lavanda em 150 ml de creme hidratante infantil. Misture bem e aplique a cada 3 horas na pele dos pimpolhos e adeus desconforto!

Enfim, férias



As férias de verão no hemisfério sul chegaram e para aproveitar  este período não há nada melhor do que aproveitar os melhores destinos para viajar, descansar ou se preferir se divertir com as crianças.



As altas temperaturas do verão tem feito com que muitos pais se preocupem com a saúde de seus filhos, o que é normal para o período, e o destino preferido da maioria tem sido a praia, e nesse período de férias não há nada melhor do que beber bastante líquido, comer alimentos nutritivos e vestir roupas leves.

Abaixo segue algumas receitas de sucos e gelados refrescantes para fazer neste verão, além de dicas de alguns itens que não podem faltar em uma mala de viagem.


Protetor Solar;

Protetor labial;

Repelente de Mosquitos;

Camisetas;

Shorts;

Chinelos;

Boné ou viseira;

Óculos de sol;

Biquíni ou maiô;

Canga;

Vestidos;

Sandália e tênis;

Entre outros.

Receitas de Sucos e Gelados:


Suco de milho vermelho

















Lasanha de abobrinha



Ingredientes:

03 abobrinhas médias cortadas em fatias e pré-cozidas

01 ½ xícara de molho de tomate

250 g presunto magro (cortado em fatias)

250 g de mussarela (cortado em fatias)

Orégano

Azeite

Preparo:


Em uma forma ou panela coloque um fio de azeite, 1 colher de molho de tomate e espalhe bem. Em seguida coloque as fatias de abobrinha em cima algumas fatias de presunto, depois fatias de mussarela, fatias de abobrinha, molho de tomate, fatias de presunto e fatias de mussarela. Faça este mesmo processo até a última camada ser presunto e queijo mussarela. Salpique em seguida o orégano e regue com um fio de azeite.

Tampe a panela ou coloque papel alumínio na forma e leve para cozinhar até derreter o queijo.


Qual a melhor roupa para usar no Ano Novo?



Com o calor que está fazendo no hemisfério sul, nada melhor do que aproveitar o bom tempo e passar a passagem do ano na praia ou no clube. Mas, qual a melhor roupa para usar nessa ocasião? Aqui vão algumas sugestões de roupas confortáveis, leves e maravilhosas para você arrasar no Ano Novo.














Como fazer cerveja caseira



Neste artigo, vamos explicar como fazer cerveja em casa. O verão está aí e nada melhor do que fazer o preparo da sua própria bebida ou dos amigos e até vender, sem precisar gastar muito para isso. Os quatro elementos básicos para fazer cerveja são os seguintes: lúpulo, grãos ou extrato de malte, fermento e água.

Há dois tipos diferentes de cerveja, a saber: lager e ale. A diferença básica entre elas é o tipo de levedura usado durante o processo de fermentação, sendo o fermento lager indicado para temperaturas frias e a ale para temperaturas altas.


Equipamentos necessários:

Fermentador

Airlock

Panela

Queimador

Sifão com tubulação

Hidrômetro

Termômetro

Resfriador de mosto

Ingredientes:

5 kg de Malte Château Pilseng

24 g de Lúpulo Spalt Select 5,4% Ácido Alfa

18 litros de água para adicionar o malte      

20 litros de água para Extração do Extrato Residual

11,5 g de fermento Alta Fermentação cepa S-04 sachet

Preparo:

Moer os 5 kg de Malte. Para tanto utilizar um moinho de disco, ou preferencialmente moinho de rolo recartilhado. Abrir o grão de malte para expor o amido sem prejudicar a casca do malte, porque a casca triturada dificulta a filtração do mosto.

Pesar 24 g de Lúpulo. Aquecer 18 litros de água até 68ºC em uma panela de inox ou alumínio. Preparar mais 20 litros de água em outra panela e aquecer até 76ºC.

Mosturação

​Adicionar o malte moído lentamente aos 18 litros de água a 68ºC agitando com uma colher de polietileno sem deixar formar grumos. No final a temperatura deve ficar próximo aos 65ºC.

Deixe esta mistura descansar durante 80 minutos com a panela tapada. Se a temperatura baixar para 63ºC aquecer em uma boca do fogão, fogo baixo, até a temperatura atingir os 65ºC-66ºC novamente. Use sempre o termômetro para atingir as temperaturas corretas.

Toda a vez que aquecer a mistura deve agitá-la para obter uma leitura mais precisa no termômetro. Atingindo a temperatura, desligue novamente o fogo.
Antes de completar os 80 minutos fazer o teste de iodo. Com a colher que utilizou para agitar o mosto molhar a mesma dentro da mistura malte e água, pingue algumas gotas sobre um prato de porcelana branco. Depois, pegue o frasco do iodo 2% e pingue uma gota sobre o mosto que foi colocado no prato. Se a coloração for amarelo ouro, após os 80 minutos, prosseguir com a receita aquecendo até 76°C se ainda estiver apresentando vestígios ou até coloração forte de uma cor roxa a mistura deverá ficar mais alguns minutos na temperatura de 65°C.

Após estes 80 minutos elevar a temperatura para 76ºC em 5 minutos sempre agitando com a colher. Não suba bruscamente a temperatura. Se depois deste tempo permanecer a cor roxa interromper o processo. As causas desse problema podem ser as seguintes:

Falhas na moagem do malte;

Termômetro descalibrado;

Temperatura da mistura subiu no inicio acima dos 76°C o que desativou as enzimas.

Aos 76ºC deixar descansando mais 10 minutos com a panela tapada.

Filtração

​Passar a mistura (malte + água) através de um saco branco duplo (sacos alvejados e esterilizados).

Aqui poderá ser utilizada também uma panela com um fundo falso. Neste caso deve-se colocar água a 76°C no fundo da panela até começar a sair pelos furos do fundo falso.

Quando utilizar panela com fundo falso, filtrar inicialmente o mosto primário (= primeiro mosto). Volume de ± 11-13 litros e densidade de ± 1.066 - 16,14° Plato.

Para facilitar a extração do açúcar residual contido ainda no bolo de bagaço, faça cortes no estilo "pizza xadrez".

Adicione os primeiros 10 litros do total de 20 a 76°C. Procedimento conforme manual da panela de filtração. Os 10 litros filtrados nesta etapa são misturados com o mosto primário já filtrado.

Repita todo o procedimento com os outros 10 litros de água. Adicionar estes 10 litros ao restante do mosto já filtrado.

No caso do uso de um saco branco após filtração do primeiro mosto, adicione todos os 20 litros de água a 76°C em uma só vez.

Misturar todo o mosto contido na panela de fervura que deverá ficar com densidade de 1.044.

Fervura do Mosto

​Levar o mosto filtrado a Fervura intensa em uma panela. Quando iniciar a fervura adicione o lúpulo. Aos 55 minutos de fervura adicione uma pastilha whirlfloc para 25 litros ou 01 grama quando for granulado.  Ferver intensamente durante os 70 Minutos.

Depois desligue o fogo verificar o volume do mosto na panela e determinar a densidade que devera ser em torno de 1,050.

Após as medições de densidade e volume com auxilio da colher provocar uma agitação no mosto como se dissolve o açúcar na xícara de chá. Com boa intensidade até formar um redemoinho.

Deixar descansar por 20 Minutos com a panela tampada, depois extrair com sistema Sifão com tubulação. Passar o mosto fervido de uma panela para outra ou direto para o fermentador começando a sugar o mosto que está no nível superior da panela.

Fervura do Mosto

​Levar o mosto filtrado para a fervura intensa em uma panela, quando iniciar a fervura adicionar o lúpulo, aos 55 minutos de fervura adicionar uma pastilha whirlfloc para 25 litros ou 01 grama quando for granulado, ferver intensamente durante os 70 Minutos.

Depois, desligar o fogo e verificar o volume do mosto na panela e determinar a densidade que devera ser em torno de 1,050.

Após as medições de densidade e volume com auxilio da colher provocar uma agitação no mosto como se dissolve o açúcar na xícara de chá. Com boa intensidade até formar um redemoinho. Deixar descansar por 20 Minutos com a panela tampada.

Depois extrair com sistema Sifão (encher a mangueira com água antes para dar inicio ao sistema sifão, pois se fizer sucção com a boca há risco de queimaduras).

Passar o mosto fervido de uma panela para outra ou direto para o fermentador começando a sugar o mosto que está no nível superior da panela.

Resfriamento

​O mosto límpido retirado por cima, deve ser resfriado através do banho-maria ou serpentina até uma temperatura de 20ºC. Utilizar gelo para o resfriamento ser mais rápido.

Quando estiver se aproximando da temperatura desejada, agitar bem com uma colher esterilizada para oxigenar o mosto. Adicionar o fermento preparado conforme instrução no recipiente que será utilizado para fermentar, e derramar o mosto resfriado sobre ele. Caso já tenha colocado o mosto no fermentador adicionar o fermento por cima e homogeneizar mosto + fermento.

Fermentação

​O fermentador poderá ser um recipiente de água mineral ou com balde plástico alimentício com tampa. Colocar uma tampa no fermentador e lacrar bem, no centro desta tampa faça um furo justo para encaixar uma mangueira plástica fina, a outra extremidade colocar dentro de uma garrafa transparente com água ou álcool ou utilize um Airlock.

As borbulhas que irão se formar nesta garrafa indicarão que a cerveja esta fermentando. O fermentador deverá ficar posicionado num lugar onde a temperatura ambiente seja em torno de 20 a 23ºC. O tempo de fermentação normalmente é de 6 dias.

Outra forma de saber se a fermentação chegou ao fim é determinando a densidade que deverá ficar em torno de 1,010. Com temperaturas mais baixas o tempo de fermentação poderá levar mais dias.

Maturação

A maturação da cerveja pode ser feita de duas formas:                        

Barril



Quando praticamente não estiverem saindo mais bolhas de gás através da mangueira plástica fina está na hora da interromper a fermentação. Com um barril de 20 litros ou 2 barris x10 litros, sem o tubo sifão, previamente lavados e esterilizados com água quente.

Para 20 litros colocar 100 gramas de açúcar refinado no barril e transferir a cerveja do fermentador para o barril pelo sistema sifão fazendo com que a extremidade de saída fique submersa até o fundo do barril para evitar espuma.

Para forçar o sistema sifão encher a mangueira com água. Logo coloque um pouco de cerveja no barril interrompa o fluxo quebrando a mangueira plástica. Agite o barril para dissolver bem o açúcar. Continue com o enchimento até completar os barris selecionados. Feche o barril com o tubo Sifão mantendo o barril na temperatura ambiente 20ºC a 23 ºC durante 4 a 5 dias.

Durante este período deve controlar através de um monômetro adaptado na válvula extratora que a pressão atinja de 2,0 a 2,5 Kg/cm3. Depois coloque o barril em uma geladeira normal a uma temperatura de 5-8°C durante 10 a 15 dias.O barril está pronto para ser ligado a uma chopeira e ser servido.

Garrafa


Procedimento igual ao Barril utiliza-se garrafas de vidro próprias para cerveja com bocal para rolha metálica, garrafas previamente lavadas e esterilizadas.


A cada 1 litro de cerveja colocar 5 gramas de açúcar. Extrair a cerveja do fermentador novamente com mangueira pelo sistema sifão. Se o fermentador tiver uma torneira adaptar uma mangueira (previamente limpa e esterilizada) na saída da torneira.

Colocar uma pequena quantidade e agitar para dissolver o açúcar, completar com cerveja até o nível. A mangueira deve ir até o fundo da garrafa para evitar espuma. Tampar bem as garrafas.

Manter as garrafas na temperatura ambiente 20 ºC a 23 ºC até a garrafa piloto atingir uma pressão de 2,0 a 2,5Kg/cm3. Só então colocar as garrafas na geladeira a uma temperatura de 5ºC a 8 ºC durante 10 a 15 dias. A cerveja estará pronta para ser consumida.

Aprenda a fazer “Chutney”



Com certeza você já ouviu falar sobre molhos feitos com pedaços de frutas, legumes e pimenta de origem indiana com sabor agridoce  mais conhecidos como chutney excelente acompanhamento de carnes, antepastos ou como entrada. O forte sabor da pimenta no chutney pode ser suavizado preparando-o com açúcar e gengibre.

A média de preço de um pote de 160 ml pode variar entre 10,00 e 30,00 dependendo da região e do fabricante, portanto não gaste dinheiro faça você mesmo este molho saboroso, pois o preparo é fácil e barato.

Aproveite as cinco receitas de chutney disponíveis abaixo e prepare o seu. 
Todas as receitas podem ser substituídas por açúcar diet de forno e fogão.

Chutney de Banana


Ingredientes:

01 xícara (chá) de bananas maduras esmagadas com um garfo

01 colher (sopa) de uva passa sem semente

02 colheres (sopa) cebola bem picadinha

01 colher (chá) de gengibre bem picado

40 ml de aceto balsâmico

¼ xícara (chá) de açúcar mascavo

01 colher (chá) de vinagre de maçã

01 pedaço de canela em pau

04 cravos da índia

01 pitada de canela em pó

01 pitada de noz moscada

Pimenta do reino moída na hora

Sal

Preparo:

Reserve as bananas esmagadas. Em uma panela coloque todos os outros ingredientes e leve ao fogo até obter um molho aromático. Adicione a banana mexendo de vez em quando em fogo baixo até obter um doce mole (tipo geleia).

Deixe esfriar e guarde em um vidro esterilizado.

Sirva com pães, queijos e carnes, antes de servir  polvilhe canela em pó sobre o chutney.

Chutney de Manga


Ingredientes:

01 manga grande e madura em cubinhos

01 colher (sopa) de açúcar

½ cebola pequena bem picadinha

01 fio de óleo de canola

02 colheres (sopa) de açúcar

01 colher (sopa) de vinagre de vinho branco

01 pitada de gengibre ralado

01 pitada de pimenta dedo de moça picadinha (sem semente)

Sal e pimenta do reino a gosto

Preparo:

Em uma panela despeje um fio de óleo e refogue a cebola, adicione uma colher de açúcar para caramelizar. Em seguida adicione o gengibre, a pimenta dedo de moça e a manga, misture bem e acrescente o vinagre. Tempere com sal e pimenta e deixe apurar por 10 minutinhos.

Acrescente mais duas colheres de açúcar e deixe apurar por mais 5 minutos. Desligue o fogo e despeje nos potinhos de vidro para servir.

Chutney de Maçã e Passas


Ingredientes:

450g de maçãs sem casca e sem sementes cortada em quatro e em pedaços pequenos

200g de passas brancas

200g de açúcar mascavo

01 colher (café) de gengibre ralado

½ colher (café) de sal fino

01 cebola grande finamente fatiada

300ml de vinagre de cidra ou maçã

Preparo:

Coloque as maçãs em uma tigela  junte as cebolas, as passas, o açúcar, o sal, o gengibre e o vinagre. Deixe repousar por 1 hora.

Transfira o conteúdo da tigela para uma panela de fundo grosso, mexa delicadamente e deixe ferver em fogo médio. Depois abaixe o fogo e deixe cozinhar durante 2horas e 30minutos. Mexendo devagar regularmente.

Deixe esfriar por cerca de 20 minutos e coloque em potes de vidro esterilizados, feche e vire os potes de cabeça pra baixo para sair todo ar. O chutney ficará ainda mais gostoso depois de 15 dias e guardado na geladeira pode durar um ano.

Chutney de Abacaxi


Ingredientes:


1 1/2 xícara (chá) de vinagre de maçã

01 xícara (chá) de açucar

06 cravos

01 pau de canela

03 xícaras (chá) de abacaxi picado

01 colher (sopa) de gengibre ralado

01 colher (café) de pimenta do reino branca

Preparo:

Numa panela antiaderente coloque o vinagre e o açúcar, mexa bem até diluir bem todo açúcar sem deixar que ferva. Em seguida coloque o restante dos ingredientes e ao estarem todos incorporados abaixe o fogo e deixe cozinhar por 45 minutos, mexendo de vez em quando.

Quando o fundo da panela começar a aparecer e a cor do abacaxi ficar dourado, o chutney está pronto. Desligue e depois de frio coloque em potes de vidro.

Chutney de Ameixa e Vinho do Porto


Ingredientes:

250g de ameixas sem caroço

01 cebola

30g de passas

01 colher (chá) de gengibre fresco picado

01 colher (chá) de sementes pretas de mostarda

01 colher (café) de cominhos

01 colher (café) de páprica doce

01 colher (café) de pimenta malagueta moída

190ml de vinagre de vinho branco

25ml de vinho do porto

250g de açúcar cristal

01 colher (sopa) de açúcar mascavado escuro

01 pitada de sal

Preparo:

Pique as ameixas em pedaços bem pequenos assim como a cebola. Numa panela coloque a mistura de ameixas, a cebola e os demais ingredientes com a exceção dos açúcares e do sal. Mexa bem e coloque em fogo médio até levantar fervura. Tampe a panela, abaixe o fogo e deixe cozinhar por cerca de 10 minutos até as ameixas ficarem macias.

Acrescente os açúcares e o sal e mexa bem até tudo estar dissolvido. Deixe cozinhar cerca de 30 minutos com a panela destampada em fogo médio mexendo de vez em quando. Quando estiver em ponto de compota o chutney está pronto.

Coloque o chutney num frasco esterilizado, feche bem e vire de cabeça para baixo para criar um vácuo natural. Guarde durante 2 semanas antes de servir.
Ideal como acompanhamento de carnes, especialmente carne de porco e queijos.