Piscina de bolinhas feito de PVC

O mês das crianças está chegando, e pensando nisso vamos aprender a fazer uma piscina de bolinhas não só para crianças como também para os adultos se divertirem.

Para fazer uma piscina de 2 m x 2 m é necessário 2.500 bolas coloridas de plástico tamanho médio, que podem ser comprados no comércio popular de qualquer cidade ou até mesmo pela internet.

Será necessário 08 peças de conexão de PVC , 8 cantoneiras em PVC  24 tubos de PVC de 1 metro cada, a montagem deve ser feita como a foto abaixo.



Para cobrir os canos de PVC utilize 4 macarrões de piscina para encaixá-los nos tubos faça um corte no cumprimento com estilete.



Compre 3 metros de tela de plástico e amarre-a ao redor da armação de PVC. O fundo da piscina pode ser preenchida com placas de EVA colorido.


Coloque as bolas coloridas no fundo, e está pronta a piscina de bolinhas.

Veja outros modelos:



Barcas recheadas




Em épocas de “vacas magras”, não há nada melhor do que utilizar alimentos saudáveis e baratos para fazer o lanche da tarde que agradando a todos. Aqui vai uma receita simples de como fazer batatas recheadas para quem não tem forno. Por que pagar mais caro se fazer em casa é mais barato e saboroso?

Essa receita é para 02 pessoas, vamos aos ingredientes e preparo:

Ingredientes:

02 batatas inglesas grandes e cortadas ao meio

Cheiro verde picado

Requeijão

Queijo mussarela picado

Queijo cheddar

Queijo parmesão ralado

Frango desfiado

Preparo:

Cozinhe as batatas, quando tiverem moles escorra a água, e retire o miolo delas deixando 1 cm de fundo e lateral. Com o miolo faça um purê de batatas.

Recheie as batatas com frango desfiado, queijo mussarela picado, requeijão ou queijo cheddar, salpicando com queijo parmesão e cheiro verde.

Coloque as batatas em uma frigideira de teflon para derreter o queijo e sirva de preferência forradas em papel alumínio.


Como decorar com quadro negro em giz


Aproveitando o artigo sobre como fazer quadros negros de giz com frases motivacionais, vamos aprender a decorar espaços com pinturas na parede no estilo do quadro negro, que pode ou não ter escrito frases motivacionais.

A decoração do quadro negro pode compor cada ambiente de um jeito diferente, seja nas residências ou no escritório, ou em qualquer outro lugar. Vamos lá as ideias:











Quadro decorativo em giz




Neste artigo irei ensinar como fazer um quadro decorativo em giz, fácil e barato. Em qualquer loja de decoração um quadro deste não é vendido por menos de trinta reais (Brasil).

Material:

Placa MDF 12 x 12 (qualquer outro tamanho)

Molduras de madeira para contornar a placa

Pincel

Tinta para lousa (preta)

Tinta acrílica (qualquer cor para pintar as molduras)

Cola de madeira

Broca

Como Fazer:



Passo 1:

A primeira coisa a fazer é passar um pano seco na placa e pintá-la com três demãos de tinta preta própria para lousa. Sempre deixando secar, antes de pintar novamente. Certifique-se de pintar as bordas também. O ideal é fazer a pintura a noite, deixe secar  e retorne o trabalho no dia seguinte.

Passo 2:

Corte as molduras de acordo com o encaixe no quadro e pinte-as antes de encaixar em definitivo ao quadro. O processo de pintura é o mesmo do quadro. Para cortar as molduras o ideal é pedir ajuda a alguém que possui serra própria para cortá-las na medida correta.

Passo 3:

Para colar a moldura, adicione uma linha de cola de madeira na parte de trás da moldura e alinhe a primeira moldura na borda da placa (quadro), deixe secar, e em seguida coloque a segunda peça da moldura. O processo é o mesmo para as demais peças, sempre deixando secar antes de continuar o processo.

Passo 4:

Depois da moldura ser toda colada, e estiver firme faça dois furos através de um pedaço de armação para amarrar uma fita para pendurar o quadro, se preferir pode comprar e colocar atrás do quadro a cima um gancho específico para pendurá-lo na parede.

Passo 5:

Escreva frases de motivação no quadro com giz branco ou com caneta de giz líquido branco. O trabalho fica bem bonito e sua casa bem decorada.





Tortinha de Maçã do MCDonald’s


Ingredientes:

02 xícaras (chá) de farinha de trigo

¼ xícara (chá) de açúcar granulado

½ colher (chá) de canela em pó

¼ colher (chá) sal

¾ xícara (chá) de queijo cottage com baixo teor de gordura e requeijão

04 colheres (sopa) de manteiga sem sal gelada, cortada em cubos

Recheio:

450 g de maçãs vermelhas

¼ xícara (chá) de açúcar granulado

02 colheres (sopa) de manteiga sem sal

¼ colher  (chá) canela em pó

04 colheres (sopa) de água

01 colher (sopa) de amido de milho

Óleo de milho para fritar

Preparo:

Massa:

Coloque a farinha, o açúcar, a canela e o sal juntos em um processador de alimentos por 5 segundos, até misturar uniformemente. Adicione o queijo cottage e a manteiga e processe por cerca de 30 segundos até que fique uma massa homogênea.

Transfira a massa para uma superfície enfarinhada e deixe-a em forma de bola. Envolva-a em filme plástico e leve à geladeira por 30 minutos enquanto faz o recheio.

Recheio:

Descasque as maçãs retirando as sementes e cortando-as em cubos de 1,2 cm.

Coloque em uma panela de 2 litros, coloque o açúcar, a canela e a manteiga. 
Aqueça em fogo médio até a manteiga derreter e em seguida, adicione 02 colheres de sopa de água. Cubra e cozinhe por 10 a 12 minutos, até que as maçãs estejam começando a amolecer.

Bata o amido de milho com as 02 colheres de sopa restantes de  água e adicione à mistura de maçã amolecida. Cubra e cozinhe por mais 1 ou 2 minutos, até o líquido comece a engrossar levemente. Retire do fogo.

Retire a massa da geladeira e abra em superfície enfarinhada, coloque 01 colher (sopa) de recheio de maçã e corte a massa retangularmente e dobre selando as bordas com água e apertando-as firmemente com os dedos.


Frite as tortinhas em óleo quente até ficarem douradas, virando-as sempre. 
Retire do óleo e deixe-as secar em papel toalha. Deixe esfriar e estão prontas para saborear.

Coxinha de Mortadela




Ingredientes:

04 xícaras (chá) de leite

02 envelopes de tempero em pó para legumes

1/3 de xícara (chá) de óleo

04 xícaras (chá) de farinha de trigo

02 ovos para empanar

02 xícaras (chá) de farinha de rosca

Óleo de milho para fritar

Recheio:

400g de mortadela picada

01 ½ xícara (chá) de requeijão culinário

Preparo:

Para o recheio, misture a mortadela e o requeijão. Reserve na geladeira.

Em uma panela grande, aqueça o leite com o tempero e o óleo. Cozinhe por 5 minutos em fogo médio, adicione a farinha de trigo, de uma só vez, e misture com uma colher até desgrudar do fundo da panela. Coloque sobre uma superfície e deixe esfriar. Pegue porções da massa com as mãos, coloque porções do recheio e feche modelando as coxinhas.

Passe as coxinhas pelos ovos batidos e depois pela farinha de rosca. Frite, aos poucos, em óleo quente, em imersão, até dourar. Escorra em papel toalha e sirva em seguida.

Pão de Queijo de Tabuleiro Tradicional e Recheado



Tradicional:

Ingredientes:

½ xícara (chá) de leite

½ xícara (chá) de óleo de milho

03 ovos médios

01 pitada de sal

250 g de polvilho doce

01 xícara (chá) de queijo ralado (parmesão, meia cura ou mussarela)

01 colher (sopa) de fermento em pó

Preparo:

Bata o leite, os ovos, o sal e o óleo no liquidificador. Depois coloque a mistura em uma tigela e acrescente o polvilho, o fermento e o queijo ralado, misture tudo delicadamente até formar uma massa homogênea.

Despeje em forma untada e enfarinhada, asse em forno pré-aquecido por mais ou menos 30 minutos ou até que fique dourada.

Recheado:


Ingredientes:

02 ovos

02 xícaras (chá) de queijo de minas padrão (meia cura) ralado

½ xícara (chá) de óleo

01 xícara (chá) de leite

250g de polvilho doce

250g de polvilho azedo

Óleo para untar a forma

Recheio:

200g de queijo mussarela ralado

200g de presunto ralado

01 xícara (chá) de requeijão cremoso

Orégano a gosto

Preparo:

Para o recheio, misture todos os ingredientes em uma tigela e reserve.

Em uma tigela, misture os ovos, o queijo, o óleo e o leite. Acrescente os polvilhos, aos poucos até formar uma massa homogênea. Se necessário, adicione mais polvilho azedo.

Despeje metade da massa em uma fôrma untada, espalhe o recheio e cubra com o restante da massa.


Leve ao forno médio pré-aquecido por mais ou menos 30 minutos ou até dourar. Retire e sirva em pedaços.

Desodorante caseiro




Desodorante:

½ xícara (chá) de óleo de coco

½ xícara (chá) de bicarbonato de sódio

40 a 60 gotas de óleos essenciais

Sugestão: aromas de óleos femininos – lavanda, limão e sálvia

Aromas de óleos masculinos – alecrim, madeira e cipreste

Recipientes desodorantes vazios

Preparo:

Coloque o óleo de coco em uma tigela, misture com o bicarbonato de sódio e adicione o óleo essencial de sua preferência.

Armazene a mistura em um recipiente de desodorante ou em um frasco de vidro.


Colcha de retalhos como fazer


Hoje vamos aprender a reciclar tecidos, muitas vezes temos em casa restos de panos que sobram de alguma confecção ou artesanato, e como o tecido é um produto reciclável iremos aprender a fazer patchwork. Este trabalho pode ser aplicado para fazer diversos tipos de artesanato, tais como: colcha de retalhos, mantas, almofadas, bolsas, tapete, nécessaire, cortina, pano de prato, entre tantos outros produtos.

A colcha de retalhos feita com restos de tecido coloridos deixa o ambiente colorido e alegre, além de deixar a cama quentinha. Algumas pessoas podem achar o patchwork um trabalho cafona, mas não podemos negar que reciclar tecidos é uma ação sustentável e o meio ambiente agradece.

Fazer patchwork é uma terapia e pode ser uma ótima opção àquelas pessoas que procuram um dinheiro extra ou só preferem doar às instituições e ONGs seus trabalhos artesanais. Tenho certeza que irá aquecer o corpo e o coração de muitas pessoas no inverno. Vamos lá aprender a fazer patchwork, a primeira etapa é decidir o tamanho da colcha de retalhos. As principais medidas são as seguintes:

Colcha de cama de solteiro: 2,20 m x 1,50 m

Colcha de cama de casal: 2,50 m x 2,50 m

Colcha de berço: 1,00 x 1,30 m

Em geral, quando se deseja deixar uma sobra de tecido devemos acrescentar 20 cm para o tecido ser aparado no momento de fazer o acabamento.

Material e como fazer:

Alfinetes, linha, agulha, estilete, tesoura, régua, molde e fita métrica para cortar os tecidos.



Recortes regulares de tecido de algodão coloridos que podem ser em formato quadrado ou triangular .



Deixe sempre uma margem de costura de 1,25 cm de cada um dos pedaços de tecido.

Junte os pedaços de tecidos no formato que tem em mente para ficar um trabalho bonito com alfinetes e posteriormente costure-os com a máquina de costura.



Com os retalhos já costurados alinhave um tecido macio que será o fundo da peça, se preferir pode colocar manta acrílica entre os retalhos costurados e o tecido de fundo, assim a colcha ficará térmica.

O tecido do forro esconderá todas as costuras dos retalhos. Em seguida prenda as camadas de tecido na máquina de costura.




Por último faça o acabamento da colcha com viés, apare as sobras de tecido que tenha ficado, corte uma tira de cerca de 6,0 cm para fazer o viés em toda a volta da colcha de retalhos.



Costure com a máquina o viés e faça os acabamentos finais da colcha.



E finalmente está pronta a colcha de retalhos para ser usada, vendida ou doada.

Veja mais alguns modelos de produtos que podem ser feitos com patchwork:


Transformando casacos velhos em novos


O frio chegou, mas o dinheiro está pouco para comprar novas roupas, o que fazer? Aqui vamos ensinar como transformar casacos velhos em novos com pouco dinheiro e ainda deixá-los atraentes e quentes. Você vai precisar do seguinte material:

0,50 metros de pele (pelúcia)

0,50 metros de cetim

0,50 metros de tecido para confeccionar a peça-piloto

Botões

Régua, agulha e linha para costurar

Como fazer:

O casaco que vamos transformar é este aqui debaixo:



Antes de comprar a pele verifique a largura do tecido e o tamanho da gola do casaco. O cetim deve ser da mesma cor do casaco, caso não encontre compre um tom próximo à cor.

O primeiro passo é traçar a gola, ou seja, posicione o casaco para frente (parte do colarinho) sobre uma folha de papel. Utilize um objeto pesado para manter sobre o papel.

Em seguida encontre a linha da dobra do casaco, que em geral fica embaixo da gola onde ela se dobra quando usamos o casaco.

Meça o tamanho da gola e divida o valor pela metade (somente será traçado o molde da metade da gola). Trace a gola no papel e defina dois pontos abaixo da linha da dobra nas extremidades inferiores da gola.

Marcar o meio das costas (metade do tamanho do decote já medido). Colocar 1 cm de margem em volta do molde, exceto no meio das costas. Conforme a sequência abaixo:

Corte o molde no tecido (peça piloto) posicionando o meio das costas da dobra do tecido. Conforme a figura abaixo:


Costure a volta da gola deixando um vão suficiente para poder desvirar para poder ser depois costurado. Desvire o tecido e posicione a gola do casaco, a gola deve cobrir a gola original. Veja abaixo como fica a gola de tecido sobreposta a gola original do casaco:


Faça os ajustes necessários no molde, caso seja necessário faça outro molde-piloto. Depois, de ajustado o molde é hora de cortar as peças definitivas (pelúcia e cetim). Veja abaixo:
Para confeccionar o forro da parte inferior da gola faça uma diagonal em sua extremidade destacando essa parte no molde, sendo um pseudo-bolso para encaixar a gola. A gola é removível já que está com a margem de costura, basta posicionar a diagonal da peça na dobra do tecido do forro e corte 1 par. Como na sequência das fotos abaixo:


Faça pequenas alças para prender os botões do mesmo tecido do forro da gola, costure um tubo em tamanho proporcional com os botões escolhidos, desvire e feche as extremidades.

Costurar os pseudo-bolsos dobrados com o forro de gola, lado direito com direito, desvirar e costurar as alças dividindo proporcionalmente ao longo da gola. Depois, costure a gola, o lado direito da pele com o lado direito do forro deixando um espaço para desvirar, corte o excesso de tecido, desvire e feche o buraco com pontos feitos à mão. Como mostrado na sequência das figuras abaixo:



Prenda os botões no casaco na mesma posição dos laços da gola.


Prenda as pontas da gola nos bolsos do forro e prenda os botões nas alças. Está pronto o casaco com gola de pele, o processo é o mesmo para as mangas caso queira um casaco mais sofisticado.

Veja outros modelos: